É possível esquecer um grande amor?


Escrever a história com o que se constrói, a cada hora da vida, em um lugar no tempo...
Em um lugar no tempo, sou criança, e em outro lugar eu sou adulta. E em qual lugar do tempo eu vejo raios de tempestade quebrando o céu em muitas luzes? Em qual lugar da janela pode-se ver o empenho de amar...
Véspera de viagem, partir da criança, destino adulta, hoje acordar fora de hora, consigo divagar naquela primitiva sensação de quando ouvi pela primeira vez 'I Drove all nigth' com Roy Orbison. Confesso que não havia conhecido por muito tempo a canção pela voz de outra cantora... Somente Roy Orbison aportava em minha ilha, desdobrando meus sonhos de menina.... Hoje, acordar fora de hora, divagando naquela sensação original, descubro que a voz de Roy Orbison dirigindo por toda a noite ainda me causa impacto.
E naquela sensação mora um misterioso desejo de poder viver o mesmo. Eu já viajei um bocado, e um pouco de mim já se perdeu na estrada..., mas ainda penso que seria capaz de dirigir por toda a noite só para responder para mim mesma, em  um local do tempo, que é impossível esquecer um grande amor ...


Diva de Montalbán

Instagram